Após mais uma fase da ‘Calvário’, governador exonera secretário de Educação

10 out 2019

Após mais uma fase da “operação Calvário”, que aconteceu na manhã de ontem, o governador João Azevêdo (PSB) exonerou, a pedido, o secretário de Educação do Estado, Aléssio Trindade Barros.

De acordo com as investigações, Aléssio tinha conhecimento de irregularidades em contratos com fornecedores e mesmo assim ordenava as despesas para favorecer as empresas.

O governador também exonerou José Arthur Viana, que também foi alvo da ação policial, do posto de Coordenador de Metrologia Legal do Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial da Paraíba – IMEQ.

No Diário Oficial ainda consta a nomeação do Secretário Executivo da Ciência e Tecnologia Cláudio Furtado, para responder cumulativamente, pelo cargo de provimento em comissão de Secretário de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia.

Além das exonerações de hoje, o governador já afastou Livânia Farias, Waldson de Sousa e Gilberto Carneiro por causa da Operação.

Livânia respondia pela Secretaria de Administração, mas foi presa por suspeita de envolvimento com as fraudes.

Waldson e Gilberto, que estavam à frente da Secretaria de Planejamento e Procuradoria-Geral do Estado, respectivamente, foram alvos de mandados de busca e apreensão.

Paraiba.com