Bem vindo ao Alhandra em Foco, 20 de Setembro de 2017
Facebook do Alhandra em Foco Twitter do Alhandra Alhandra em Foco no Youtube Instagram do Alhandra em Foco Zap do Alhandra
5 set 2017 às 4:15 pm

Culto Ecumênico marca início 39ª Safra na Agroindustrial Tabu, em Caaporã

A Agroindustrial Tabu, localizada na cidade de Caaporã, Litoral Sul da Paraíba, realizou um culto ecumênico nesta segunda-feira (04) para celebrar o inicio da moagem da safra 2017/2018.

A tradicional celebração entre a direção da empresa e seus colaboradores foi comandada pelo Padre Alisson de Pitimbu e pelo pastor Anderson da Tabu, como uma forma de pedir as bênçãos para a concretização de uma boa safra. A previsão é que a safra termine entre janeiro e fevereiro do próximo ano.

Na abertura houve apresentação da banda da escola Eneas e apresentação da banda Marcial Léa Mota.

Estiveram presentes prestigiando o evento, Kiko Monteiro, prefeito de Caaporã, o vice-prefeito Saulo Veloso, vereadores, empresários da região e convidados.

O diretor operacional Luís Sales, responsável pelo controle geral da fábrica destacou agradeceu o empenho de todos os colaboradores e lembrou da dificuldade de se chegar no momento de inicio da safra. “Confesso que nunca encontrei tanta gente do bem nesses meus 35 anos dentro de usina, por isso, parabenizo essa equipe vitoriosa da Tabu”, disse o diretor.

Em seguida, o diretor presidente Philippe Meeus usou a palavra e disse que a Tabu trabalha para melhorar cada vez mais o caminho ecológico. Ele falou que a Tabu fez e faz parte do crescimento de Caaporã, apontando que mesmo com as grandes dificuldades enfrentadas, a equipe da Tabu conquista vitórias nunca vistas nos últimos 10 anos.

Também estiveram presentes o diretor comercial Alexandre Meeus. O coordenador de campo, Senhor Bonifácio, responsável pela equipe do transporte, corte de cana e lambaio, além de Carlos André que é responsável pela coordenação da segurança do trabalho. Tendo também a senhora Ticiana à frente do setor de Recursos Humanos da empresa.

Ao final, teve queima de fogos e na sequência o apito da caldeira, sinalizando o início dos trabalhos.

O evento foi organizado por Mirian, Betânia, Diane, Anderson, Ricardo, Daniela, Vanessa, Márcia, Ticiana, André, Edmilson, Samuel e José Carlos.

Qualidade e Responsabilidade Social e Ambiental

Considerada uma das mais importantes do setor, a TABU produz álcool de cana-de-açúcar capaz de atender aos mais rigorosos padrões mundiais de qualidade e com a responsabilidade Ambiental reconhecida por todos os orgãos de meio-ambiente. A empresa é destaque na produção de álcool finos, com habilidade para contemplar as maiores exigências e expectativas dos seus clientes. O grande diferencial está na produção de álcool extra-neutro e neutro absoluto, sendo pioneiro no Brasil no último.

Como modelo de gestão, adotou o conceito de Governança Corporativa, que tem a finalidade de otimizar o desempenho da empresa e primar pelo alto grau de profissionalização de seus colaboradores.

A Qualidade é o grande diferencial da Agro Industrial Tabu. Como resultado dos inúmeros investimentos em tecnologia, equipamentos e treinamentos dos funcionários, a destilaria conquistou duas das mais importantes certificações de excelência em procedimentos. Com as ações, passa a ser a primeira destilaria autônoma do Brasil a possuir o título Sistema Integrado de Gestão ISO 9001 e ISO 14001, certificando todos os seus processos produtivos, da plantação ao produto final.

A Agro Industrial Tabu é reconhecida como empresa amiga da criança pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq) e possui também o certificado Kosher. Para garantir a alta qualidade dos produtos Tabu, a empresa investe cada vez mais em capacitação pessoal e equipamentos de última geração. O desenvolvimento de treinamentos dentro de um sistema de base progressiva é constante. A meta é que a cada ano um quarto da atividade dos colaboradores seja novidade, enriquecendo a função.

Uma das preocupações da Agro Industrial Tabu é estar sempre investindo em políticas de Gestão Ambiental. A área do complexo está inserida dentro da abrangência da Bacia Hidrográfica do Abiaí-Popocas, compreendendo os Riachos Lava Mangaba e Rio Cupissura que limitam-se com a propriedade à norte e sul, respectivamente.

 

Alhandra em Foco com Portal do Litoral


Desenvolvido por Ricardo Alexandre