Flamengo domina e massacra o Paraná para seguir na cola do Palmeiras

22 out 2018

A vitória contra o Paraná deixou o Flamengo com 58 pontos na tabela, a quatro do Palmeiras. O Rubro-Negro dorme na vice-liderança. O Internacional enfrenta o Santos, em Porto Alegre, nesta segunda-feira. Flamengo e Palmeiras fazem o grande duelo da 31ª rodada, no Maracanã, no sábado, 19h.

O Paraná segue na lanterna, com 17 pontos – o vice-lanterna (Sport) tem 30. Na próxima rodada, o time paranaense enfrenta o Cruzeiro, sábado, às 21h, em Belo Horizonte.

O Paraná jogava em casa, mas o Flamengo poucas vezes se sentiu tão à vontade em Curitiba, onde costuma ter dificuldades. Sem Diego Alves, que pediu para não viajar, a equipe de Dorival Junior imprensou os paranaenses até abrir o placar com Lucas Paquetá, aos 18 minutos, após bom passe de Uribe. O colombiano não marcou antes por muito pouco em bonita defesa de Richard.

Com 70% de posse de bola no fim da primeira etapa e muita pressão no campo de ataque, o Flamengo perdeu terreno nos últimos 15 minutos da primeira etapa. Pela direita com Deivid e em bons avanços de Alex Santana, o time bicolor chegou a ameaçar, mas o Rubro-Negro se defendeu bem.

Não precisou fazer muita força para o Rubro-Negro chegar ao segundo gol. Após cruzamento pela direita, a zaga paranaense afastou fraco e Vitinho, dentro da área, pegou firme, de canhota: 2 a 0, com apenas seis minutos da etapa complementar. Cinco minutos depois, o camisa 14 deixou Uribe na cara do gol: 3 a 0, com toque bonito por cima de Richard.

Nada deu certo para o Paraná. Aos 25 minutos, o atacante Raphael Alemão foi expulso com cartão vermelho direto após cometer falta em Renê. O Flamengo terminou a partida tocando a bola e com a torcida gritando “olé”. No fim, Diego, que substituiu Éverton Ribeiro na segunda etapa, quase marcou. Na sobra, Dourado empurrou para dentro. Foi o 48º gol do Flamengo no Brasileiro, novo melhor ataque da competição.