Flamengo repete placar sobre Vasco no Maracanã e conquista o título Carioca

22 abr 2019

O Flamengo é o campeão carioca de 2019. O Rubro-Negro havia vencido o jogo de ida por 2 a 0 e podia até perder por um gol para o Vasco neste domingo de Páscoa que sairia do Maracanã como campeão. Mas o time de Abel Braga fez mais. Venceu o rival pelo mesmo placar e sagrou-se campeão carioca de 2019.

Juan levanta a taça

Ídolo da torcida, o veterano Juan não chegou a entrar na partida, mas teve participação de destaque na festa do título. Capitão do Flamengo quando está em campo, foi ele o escolhido para levantar a taça de campeão. Foi uma forma de homenagear o zagueiro de 40 anos, que está prestes a se aposentar dos gramados.

Festa na favela

Uma polêmica sobre suposto veto da comunicação do Flamengo ao termo “festa na favela” após matéria do jornal “Extra” movimentou o dia anterior à final. Após a conquista do título, o atacante Gabigol pegou com um dos torcedores um cartaz com a frase “Hoje tem festa na favela!!!” e ergueu durante a comemoração.

Maracanã vermelho e preto

Com a vantagem conquistada no jogo de ida, a torcida do Flamengo compareceu em muito maior peso que a do Vasco no Maracanã, na primeira partida desde que o clube passou a administrar o estádio junto ao Flu. E os rubro-negros fizeram festa desde antes da bola rolar, com um grande mosaico. Durante o jogo, os torcedores gritaram “olé” e “vice de novo” para provocar os rivais. Após o apito do árbitro, explosão nas arquibancadas com o grito de “é campeão”.

Reclamação vascaína

Os jogadores do Vasco reclamaram muito do primeiro gol do Flamengo, anotado por Willian Arão. Tudo porque Gabigol, que sofreu a falta que deu origem ao gol, estava em posição de impedimento no quando recebeu a bola. O auxiliar não viu a irregularidade, e o árbitro deu sequência à jogada.

Resumo do jogo

Precisando vencer por três gols de diferença, o Vasco levou um balde de água fria logo aos 15 minutos de jogo com o gol de Willian Arão após levantamento de Arrascaeta. Com a vantagem no placar, o Flamengo tomou o controle do jogo e quase marcou o segundo. O Vasco reagiu a partir dos 30 minutos e teve três boas chances de empatar.

O Cruz-Maltino voltou para o 2º tempo determinado a conseguir o gol e pressinou nos primeiros 10 minutos. O Fla deu o troco na sequência e chegou ao segundo com Gabigol, anulado pelo VAR. Aos 20, Diego Alves fez defesa espetacular em desvio de Maxi López. O tempo ia passando e era questão de tempo para a torcida rubro-negra comemorar o título. Aos 37, Vitinho deu números finais ao placar após belo passe de Diego. Antes do apito final, o Vasco ainda acertou o travessão com Danilo Barcelos e teve Werley expulso.