Orçamento de Alhandra não é aprovado e município será administrado com valores de 2020

23 dez 2020

O Vereador João Ferreira conhecido popularmente por João Sufoco se despediu da presidência da casa Manoel Torres Filho nessa terça-feira (22), com discurso forte, João deu publicidade há alguns fatos que estava acontecendo nos bastidores, e também fez uma breve prestação de conta de seu mandato como presidente da casa.

De acordo com o vereador na segunda-feira (21) ele tentou realizar a seção para aprovar o orçamento de R$ 98 Milhões de Reais para o Município de Alhandra e o PCCR dos Funcionários público, mais foi impedido de realizar os trabalhos simplesmente porque Vereadores que foram derrotados nas eleições de 15 de novembro abandonaram a seção.

Ainda de acordo com a fala do presidente João sufoco uma nova seção foi convocada para esta terça-feira (22) e novamente a cena tornou-se a se repetir, vereadores estiveram nas dependências da câmara municipal e mais uma vez abandoaram os trabalhos.

Sem a aprovação do Orçamento a Cidade de Alhandra a partir de 2021 será administrada com o orçamento do ano de 2020, João Sufoco fez questão de destacar que esses mesmos vereadores, receberam seus salários pago pelo povo de Alhandra no valor de R$ 7.590 Reais (Sete Mil Quintos e noventa Reais) para trabalhar até o ultimo dia de expediente do ano de 2020.

Na oportunidade o vereador agradeceu aos funcionários da casa e destacou alguns serviços realizado por ele a frente do poder Legislativo, nesses dois anos conseguimos fazer a reforma e ampliação da câmara municipal, construirmos 10 gabinetes e dois arquivos, entregamos dois carros zero km, pagamos todos os funcionários de fora antecipadamente, devolvi a prefeitura de Alhandra R$ 300 mil reais e compramos uma casa no valor de R$ 187 mil reais para construir a garagem e o arquivo da casa Manoel torres filho. Com ações como essas deixo provado que só não faz se não quiser disse o vereador.