Palmeiras empata com Godoy Cruz pela Libertadores

24 jul 2019

O Palmeiras ainda não achou sua melhor versão desde o retorno da Copa América, mas ao menos buscou um empate valioso no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores.

Com o resultado, o Palmeiras só precisa de um empate por 0 a 0 ou 1 a 1 na próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), em sua arena, no jogo de volta – os gols marcados fora de casa servem como critério de desempate. O Godoy Cruz se classifica com vitória ou empate por 3 a 3 ou mais gols. Um novo 2 a 2 leva a decisão para os pênaltis.

Campeão pelo Atlético Nacional, da Colômbia, em 2016, Borja parece ter sido feito para o torneio. Nesta terça, depois de quase dois meses sem entrar em campo, o centroavante ganhou uma chance de Felipão e não decepcionou. Participou bem do jogo, criou chances e fez o golaço que garantiu o empate na Argentina. Além disso, tornou-se o terceiro maior artilheiro do Palmeiras na Libertadores: 10 gols, atrás apenas de Alex (12) e Tupãzinho (11). Depois do jogo, ele deu um recado e pediu mais confiança dentro do clube.

Com o empate, o Palmeiras chega a quatro jogos sem vencer na temporada – só ganhou uma desde o fim da pausa para a Copa América. O time não viva sequência tão longa há mais de dois anos, desde junho de 2017, quando também passou quatro partidas sem vencer.

Cruzeiro – No jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, River Plate, atual campeão, venceu o Cruzeiro não saíram do empate sem gols na noite desta terça-feira, no Monumental de Núñez, em Buenos Aires. A partida da volta acontece na terça que vem, no Mineirão.

Aos 52 minutos do segundo tempo, após consulta ao VAR, Henrique fez um pênalti bobo ao puxar a camisa de Lucas Pratto na área. Mas, para alívio do time de Mano Menezes e de sua torcida, Suárez cobrou por cima, isolando a bola.
O árbitro de vídeo também foi consultado no início da etapa final, quando o cruzeirense Marquinhos Gabriel teve um gol anulado por impedimento.
A equipe que avançar vai enfrentar, San Lorenzo, da Argentina, ou Cerro Porteño, do Paraguai.

Globoesportes.com