“Pastor das aglomerações”: Clóvis Bernardo já foi travesti e prometeu “cura gay” para quem quiser se livrar da homossexualidade

20 fev 2021

O pastor Clóvis Bernardo, da assembleia de Deus Pentecostal da Fé, já foi travesti e garantiu durante uma entrevista que pode ajudar pessoas que querem se “livrar da homossexualidade”. Recentemente o líder religioso foi criticado pelo secretário de saúde de João Pessoa por realizar vários cultos com aglomerações e com uma quantidade de pessoas maior do que é permitido o espaço,

Em 2017, o pastor declarou no Correio Debate que é ex-travesti convertido ao cristianismo e que acredita ter a cura para aqueles que querem se livrar da homossexualidade.

De acordo com o pastor que é pai de três filhos, a vida dos homossexuais é repleta de sofrimento e ele teria a oportunidade de fazer com que essa situação se reverta, lançando inclusive o desafio no ar.

“Sou cabra macho, foi 32 anos sem beijar uma mulher, sem tocar numa mulher. Há a possibilidade, se um cabra chegar pra mim e disser que quer ser macho eu tou [sic] aqui pra ajudar. Não é difícil não. Você que tá sofrendo na homossexualidade e deseja ter uma nova vida ligue pra cá”, disse.

AGLOMERAÇÃO DA FÉ!

Uma fala de Fábio Rocha, Secretário de Saúde de João Pessoa em uma entrevista, nesta quarta-feira (17), repercutiu muito nas redes sociais.

O secretário Fábio Rocha, que é médico, disse que o resultado das aglomerações que aconteceram nesse período será visto nos próximos dias. “Podemos ter surpresas. Porque vai juntar final de festa de ano novo, verão, carnaval, bares na beira mar, festas escondidas, cultos de igreja com euforia pedindo covid, a pessoa junta 100 pessoas em um lugar que só cabe 50 e ainda começa a gritar todo mundo e ainda tem um palhaço de vermelho organizando”, disse.

A pessoa a quem o secretário se refere é o Pastor Clóvis Bernardo, da assembleia de Deus Pentecostal da Fé. O dirigente vem promovendo vários cultos com aglomerações e com uma quantidade de pessoas maior do que é permitido o espaço. No vídeo recebido pela redação do Polêmica Paraíba, é possível observar que há algumas pessoas sem máscaras e se aglomerando em um pequeno ambiente.

Após a repercussão da fala do Secretário de Saúde, o prefeito de João Pessoa Cícero Lucena (PP), se reuniu com pastores da cidade. Os líderes religiosos foram levados para o gabinete do prefeito pelo vereador Durval Ferreira. A reunião teve como objetivo discutir os protocolos que devem ser utilizados nas igrejas para evitar o contágio da Covid-19.