“PAU-DE-ARARA”: RC e demais políticos voltam a se manifestar contra preconceito de Bolsonaro com o Nordeste

23 jul 2019

“Parente pau-de-arara”. Esse foi o termo utilizado pelo presidente da República Jair Bolsonaro ao se referir ao seu sogro, que é nordestino da cidade de Caruaru, em Pernambuco.

Bolsonaro, que já havia tachado os governadores nordestinos de ‘paraíbas’ durante café da manhã com jornalistas, em Brasília, na última sexta-feira (19), voltou a tratar a população da região com termos pejorativos.

Ouça:

/*

“BOLSONARO – PAU DE ARARAS”

/*]]>*/

Tocador de áudio

Não demorou para as palavras do presidente ecoarem de forma negativa no cenário político. O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, usou uma rede social para escrever a respeito do que chamou de “postura claramente preconceituosa” do presidente. “Apesar das diferenças ideológicas entre ele e qualquer governador, seja do Nordeste ou não, deve sempre permanecer o respeito mútuo e o caminho aberto para o diálogo”, postou.

Foto: reprodução / instagram

O deputado federal pernambucano, Humberto Costa, também numa rede social, disse que não bastou para o presidente da República “agredir os governadores da região e chamar os nordestinos de ‘paraíba’. É preciso ir além. É preciso chamá-los de “pau-de-arara” e fazer outras comparações depreciativas.

Foto: reprodução / twitter

Até o deputado federal Paulo Pimenta, que é do Rio Grande Sul, se manifestou contrário as palavras de Bolsonaro. Ao se referir ao termo pau-de-arara, utilizado pelo presidente, Pimenta completou: “…e ainda cai na gargalhada porque acha que isso é algo muito engraçado”.

Foto: reprodução / twitter

 

PB Agora