Polícia fará ‘pente fino’ no Centro Socioeducativo, após rebelião de jovens

3 maio 2019

Após o princípio de rebelião, registrado no Centro Sócioeducativo do Adolescente Edson Mota (CSE), na tarde desta quinta-feira (2), localizado no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, a Polícia Militar vai fazer um ‘pente fino’ nos pavilhões. A vistoria será iniciada após o retorno dos jovens para os pavilhões. O tumulto, iniciado no Bloco A e que se estendeu para o B e C, foi contido nessa tarde. A rebelião foi registrada após os adolescentes se recusarem a retornarem para os quartos.

Segundo informações do Major Benevides, a polícia permanece em negociação para normalizar a situação. “Foi feita uma negociação com os menores que já estão descendo do teto do local. Agora estamos fazendo a parte de contenção e controle dos jovens”, explicou.

Ainda segundo ele, durante a tentativa de subir no telhado do Centro, alguns jovens ficaram feridos com escoriações pelo corpo.

O major explicou que foi necessário realizar a abordagens com tiros de borracha, munição de efeito moral, para conter os adolescentes.

De acordo com Noaldo Meirelles, presidente da Fundac, a rebelião começou porque alguns internos se recusaram a entrar nos quartos para as atividades e começaram a subir para o telhado. O bloco A onde houve o problema tem cerca de 35 adolescentes. Ele negou terem sido feitos reféns.

ClickPB