Bem vindo ao Alhandra em Foco, 23 de Setembro de 2017
Facebook do Alhandra em Foco Twitter do Alhandra Alhandra em Foco no Youtube Instagram do Alhandra em Foco Zap do Alhandra
22 ago 2017 às 7:23 am

TJPB nega recurso para anular processo de cassação do prefeito afastado de Bayeux

O Tribunal de Justiça da Paraíba indeferiu pedido de efeito suspensivo formulado através de Agravo de Instrumento pela defesa do prefeito afastado de Bayeux Berg Lima e manteve integralmente – até o julgamento final do mérito do recurso – a decisão do juiz da 4ª Vara Mista da Comarca, Francisco Antunes Batista, que denegou liminar em Mandado de Segurança, para anular o processo de cassação que tramita na Câmara Municipal.

O desembargador-relator Leandro dos Santos destacou em sua decisão não identificar violação aos princípios constitucionais da ampla defesa, contraditório e devido processo legal pelo fato de Berg não ter sido notificado para comparecer a sessão que deliberou sobre o ato preliminar de recebimento da denúncia apresentada contra ele, com base em conduta tipificada no artigo 4º, inciso X, do Decreto-Lei 201/67.

Jurisprudência do STF

Ele lembrou que apenas após o voto da maioria relativa dos integrantes da Câmara Municipal, admitida a denúncia, é que o prefeito assume a condição de denunciado, pois antes sequer existe Comissão Processante.

E acrescentou, citando julgado da lavra do ministro do STF, Teori Zavascki, que nessa fase preliminar não há contraditório, pois o processo não foi efetivamente iniciado, tanto que a defesa prévia só será apresentada após a referida sessão, quando em seguida a Comissão processante opinará pelo prosseguimento ou arquivamento da denúncia.

Para o procurador jurídico da Câmara Municipal de Bayeux, Aécio Farias, as decisões só vêm a confirmar o critério cumprimento do rito legal previsto, sobretudo em relação aos princípios universais da ampla defesa e do contraditório. “Nesse contexto, inclusive, foi atendido pedido do prefeito afastado, de prorrogação do prazo para apresentação de defesa”, afirmou.

Recusa à notificação

Na manhã desta segunda-feira o prefeito afastado Berg Lima, que se encontra preso preventivamente, recolhido a um dos xadrezes do 5º Batalhão da Polícia Militar, se recusou a ser notificado para a audiência de instrução do processo de cassação, que ocorrerá às 8h00 da próxima quinta-feira, quando seria ouvido, fato certificado por Oficial de Cartório e testemunhas. Ele será notificado também através de edital em jornal de grande circulação.

 

Portal Correio


Desenvolvido por Ricardo Alexandre