Trabalhadores da educação paralisam atividades e realizam protesto em João Pessoa

13 ago 2019

Trabalhadores da educação paralisam as atividades, nesta terça-feira (13), e realizam um protesto contra os cortes na educação, feitos pelo governo Bolsonaro. Haverá em todo o país manifestações .

Em João Pessoa  haverá protesto marcado para às 14h com concentração no Lyceu Paraibano. A iniciativa foi aprovada pelos professores da UFPB – Campus I, UEPB e UFCG em assembleias na manhã desta segunda-feira (12), onde decidiram pela paralisação das aulas. O protesto terá uma caminhada saindo da escola Liceu Paraibano até o ponto de Cem Réis, passando pela Lagoa, e depois segue no sentido da Diogo velho, sobe até a Praça dos Três Poderes e depois vai até o Ponto de Cem Réis.

Segundo Fernando Cunha, vice-presidente da Adufp, a comunidade irá colocar uma faixa preta ao redor da Universidade com frases relacionada ao Projeto Future-se para alertar sobre a destruição da Universidade. Já à tarde, o comando de greve decidiu por dividir em três alas: a ala de abertura que é relacionada com a defesa da educação e contra o Future-se; a segunda ala que é a defesa das aposentadorias, contra a PEC da reforma da Previdência; e a terceira ala contra os cortes na educação de um modo geral, no ensino superior, técnico, tecnológico, e na educação básica.