‘AQUI NÃO TEM NENHUM ANJO’: vereador de Alhandra acusa colegas de irregularidades e sessão é encerrada após bate-boca; VEJA VÍDEO

2 jun 2021

A semana começou com mais polêmicas na Câmara Municipal de Alhandra. Nesta segunda-feira (01), uma sessão foi encerrada em meio a um bate-boca depois que o vereador João Sufoco (DEM), da oposição, acusou colegas que compõem a base da gestão municipal de praticarem diversas irregularidades.

O parlamentar tem utilizado a tribuna da casa para fazer inúmeras denúncias contra outros vereadores e também para criticar a prefeitura do município. Ontem, ao se defender de críticas, citou até suposto roubo envolvendo parlamentares da cidade e cravou: “aqui não tem anjos”.

“Ninguém venha querer dá uma de anjo aqui dentro, de honesto pra cima de mim, pois Manoel de Posto, querendo dá uma de gostoso, saiu uma dia desse da cadeia, preso por roubo de carro”, disse.

O parlamentar foi repreendido pelo presidente da Casa, Tenente Belmiro, mas seguiu em discurso: “O vereador Francis, querendo dá uma de limpo e gostoso, um dia desse o pai dele saiu preso por roubo na Prefeitura de Alhandra. Alguém pode dizer que é mentira minha”, acrescentou.

Acusações

O vereador João Sufoco foi desafiado pelo vereador Jeremias Santos, que acusou o oposicionista de agir com dois pesos e duas medidas e não investigar irregularidades na reforma do prédio da Câmara quando era presidente da Casa. “É necessário apurar as denúncias, tanto de um lado quanto de outro, mas só lamento que não tenham feito isso com essa dimensão na gestão passada”, disse.

Tumulto

A sessão foi encerrada quando vereador Francis subiu à tribuna e tentou responder a questionamentos de João Sufoco, que continuou a debater com os colegas fora dos microfones. A sessão foi encerrada pelo presidente da Câmara.

 VEJA VÍDEO:

PolêmicaPB