Presos na Operação 5764 vão para presídio do Roger, em João Pessoa

7 abr 2022
Em João Pessoa, cumprimento dos mandados ocorrem nos bairros do José Américo e Cristo Redentor

Os dois homens que foram presos, nesta quarta-feira (6), durante a Operação 5764, da Controladoria Geral da União, em João Pessoa, foram encaminhados para o presídio do Roger, após audiência de custódia que manteve a prisão.

Jaciel Franklin e Marcelo Eleutério de Mel foram presos suspeitos de participação em um esquema de corrupção que estaria desviando recursos da alimentação de famílias carentes, compra de merenda escolar e de alimentação para unidades hospitalares e de saúde. Jaciel é o presidente da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária na Paraíba (Unicafes-PB) e é ex-gerente executivo das Casas de Economia Solidária. 

A família de Marcelo Eleutério informou que aguardava o advogado se pronunciar, já a defesa de Jaciel Franklin informou que ele está à disposição para cooperar com as investigações, que todo o procedimento licitatório ocorreu dentro da normalidade, pelo menos até o momento da entrega dos produtos, e que, se houve irregularidade depois, não seria responsabilidade dele. O Governo da Paraíba ainda não se pronunciou.

Operação 5764

Indícios de conluio, de falsidade ideológica e de fraudes ao caráter competitivo em dispensas de licitação são investigados por membros do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) e do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco-MPPB). Bem como, a Polícia Civil, a Polícia Militar, a Secretaria da Fazenda e a Controladoria Geral do Estado. 

As contratações sem licitação totalizam o montante de R$ 754 mil, com prejuízo aos cofres públicos já constatado em R$ 123 mil. Os valores totais contratados superam R$ 70 milhões.

As compras deveriam obedecer os conceitos e pré-requisitos das fontes de financiamento utilizadas na liquidação das despesas correspondentes, notadamente as pautadas no Programa Nacional da Agricultura Familiar (Pronaf) e do Fundo Estadual de Erradicação da Pobreza.

T5